Posts Tagged 'prêmio'

Penélope Cruz leva como coadjuvante!

E Pen]elope Cruz (como eu já esperava, torcendo ansiosa!!!) leva o Oscar de Melhor atriz Coadjuvante por seu trabalho em Vicky Cristina Barcelona!

E faz seus agradecimentos em inglês e também em espanhol!!

penelope

Anúncios

32ª Mostra – “O Estranho em Mim” leva o prêmio do Júri!

O longa-metragem alemão “O Estranho em Mim” foi o grande vencedor da 32ª edição da Mostra Internacional de Cinema, realizada dia 30/10, no Sesc Pinheiros. O filme da cineasta Emily Atef (eu comentei aqui, lembra?) foi escolhido o melhor por unanimidade pelo Júri.

O prêmio de melhor atriz, segundo o Júri foi para a protagonista de “O Estranho em Mim”, Susanne Wolff. 

O Melhor Longa Estrangeiro de Ficção, segundo o público foi o indiano  “Jodhaa Akbar”, de Ashutosh Gowariker, que conta a história da aliança entre o Imperador muçulmano Jalaluddin Mohammad Akbar e a jovem Jodhaa, filha do Rei hindu Bharmal de Amer.

Melhor Longa Brasileiro de Ficção, segundo o público, foiApenas o Fim”, de Matheus de Souza, também vencedor do Prêmio Teleimage de Finalização.

O prêmio da Crítica de Melhor Filme foi para “Aquele Querido Mês de Agosto”, de Miguel Gomes.

O  Melhor Documentário segundo o Júri de Documentários foi “Crianças da Pira”, de Rajesh S.Jala. Foi premiado ainda com o Prêmio Especial do Júri de Documentários, “KFZ-1348″, de Gabriel Mascaro e Marcelo Pedroso, e com Menção Especial, “Conhecendo Andrei Tarkovsky”, de Dmitry Trakvosky .

Para o público, o Melhor Documentário Estrangeiro foi “YOUSSOU NDOUR: I Bring what I love”, de Elizabeth Chai Vasarhelyi e o Melhor Documentário de Longa-Metragem Brasileiro foi “Loki – Arnaldo Batista”, de Paulo Henrique Fontenelle.

O premiado do Festival da Juventude, destinado à estudantes secundaristas da rede pública de ensino (e que quase nunca comparecem, visto a deficiente divulgação entre as escolas, sobretudo às da periferia!) foi “Verônica”, de Maurício Farias. 

Wim Wenders, responsável pela seleção “Carta Branca”, foi homenageado com o Prêmio Humanidade.

E vocês, concordam com esta premiação???

“Entre les Murs” leva a Palma de Ouro

O júri decidiu e “Entre les Murs” (Entre Paredes), do cineasta francês Laurent Cantet foi o grande vencedor da 61ª edição do Festival de Cannes. Vencedor da Palma de Ouro, o filme, baseado no romance de François Bégaudeau (que atua no longa), narra a história de um professor de literatura que dá aulas numa região marcada pela violência e pobreza.

O prêmio Grand Prix foi concedido ao comentadíssimo “Gomorra”, do italiano Matteo Garrone. O Prêmio do Júri foi dado a “Il Divo” (O Ilustre), de Paolo Sorrentino.

O Brasil,  apesar de não ter faturado a Palma, garantiu lugar de destaque pela atuação de Sandra Corveloni (Linha de Passe), que levou o prêmio de Melhor Atriz. O Melhor Ator foi o porto-riquenho Benicio del Toro (Che), o Melhor Diretor foi o turco Nuri Bilge Ceylan (Três Macacos) e os irmãos belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne foram os premiados pelo roteiro de “O Silêncio de Lorna”.

Na premiação de curtas, levou a Palma de Ouro a produção “Megatron”, do romeno Marian Crisan; a Câmera de Ouro, prêmio concedido ao cineasta estreante, foi  para o inglês Steve McQueen (Hunger).

Foram homenageados com Prêmio Especial a atriz francesa Catherine Deneuve (Un conte de Noël) e o ator e diretor americano Clint Eastwood (Changeling).

Confira o trailler do melhor filme de Cannes 2008, “Les entre Murs”:

Diretor e atores comemoram o prêmio após o anúncio de Robert de Niro

A vencedora do Prêmio de Melhor Atriz, a brasileira Sandra Corveloni, em “linha de Passe”