E você, conhece o Bafici???

Bafici ou Festival Internacional de Cine Independiente de Buenos Aires é, como o próprio nome sugere, uma vitrine para o cinema independente (mas não somente), agregando títulos de diversos países e que este ano chega a sua 10ª edição.

Ou seja, é uma mostra de cinema bastante parecida com a nossa tradicional Mostra Internacional de Cinema, dadas algumas cruciais diferenças.

Uma dessas diferenças, (por sinal gritante!), é o preço dos ingressos. Se no Brasil paga-se até R$ 20 por uma inteira, lá os ingressos são vendidos ao valor de 6 pesos – pouco mais de R$ 3. A inteira!

Por isso é possível ver nas ruas da Recoleta, em frente ao Malba, ao longo da Av. Corrientes e onde mais estiverem sendo exibidos filmes da mostra, filas intermináveis compostas por todo tipo de público.

Outra diferença é a organização do evento, com atrasos ou cancelamento de sessões quase inexistentes. Ponto para os portenhos que podem programar-se sem serem vítimas da alfândega!

A nossa vantagem em cima deles é o fato de que boa  parte dos filmes a serem exibidos no Bafici ou já foram exibidos nas mostras daqui ou chegarão muito em breve. Ponto para nós, que ao menos neste quesito somos vanguarda!

Por outro lado, não é a produção internacional que faz do Bafici um dos eventos cinematográficos mais importantes do país. Sua notoriedade reside mesmo é na produção local – o Festival de Cine Independiente, desde a sua primeira edição, em 1999, traz o que há de mais expressivo e singular no cinema argentino.

E, pelo que eu fiquei sabendo, a produção argentina presente nesta edição deixa de lado as temáticas pautadas na crise econômica no início dos anos 2000 e  cede espaço para temas pertinentes à vida cotidiana e a realidade social do país.

O evento, que começou no último dia 8 e se estenderá até o dia 20 de abril traz, além dos 427 títulos, uma série de atividades paralelas. São mesas redondas, debates, aulas magnas e seminários com diretores, produtores e estúdios de diversas origens.

O diretor brasileiro Eduardo Coutinho é um dos exemplos . Além de seu filme “Jogo de Cena” ter aberto o festival, o cineasta ministrou uma “Master Class” no dia 10.

Dentre as atividades paralelas destaca-se também a recém-inaugurada “Cine al aire libre” – projeções ao ar livre (na Pasaje Carlos Gardel) dos filmes argentinos premiados nas edições anteriores do Festival.

Para Sergio Wolf, diretor do Bafici, a intenção agora é apostar na continuidade da linha artística do evento. Vale lembrar que após a turbulenta saída de Fernando Peña da direção do Bafici, muitos foram os rumores sobre o cancelamento da mostra.

Abertura do 10º Bafici
Abertura do 10º Bafici

 

O cineasta Eduardo Coutinho (ao microfone) na abertura do 10º Bafici
O cineasta Eduardo Coutinho (ao microfone) na abertura do 10º Bafici

 

Cine al aire libre
Cine al aire libre

Anúncios

0 Responses to “E você, conhece o Bafici???”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: